Marcola foi morto em frente a creche onde deixava a filha na manhã desta segunda-feira (4)

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu quatro homens suspeitos de envolvimento no assassinato de Marclos Gama Barroso, o “Marcola”, de 45 anos. Os dois primeiros suspeitos foram detidos tentando fugir de São Paulo em um carro modelo Volkswagen T-Cross, em Contagem, mesmo veículo usado no crime. Eles foram identificados pela Polícia Rodoviária Federal (RPF).

Os outros dois suspeitos foram encontrados escondidos em Itapecerica da Serra, em São Paulo. A identidade dos suspeitos não foi divulgada pela polícia.

Marcola foi morto em frente a creche onde deixava a filha na manhã desta segunda-feira (4).

Veja também

Marcos Gama Barroso, de 41 anos, também conhecido como ‘Marcola’, foi brutalmente executado em Indaial, Santa Catarina. Barroso é um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) do Amazonas. O crime ocorreu na manhã desta segunda-feira (4) enquanto ele acompanhava sua filha de 3 anos e 8 meses à creche, na companhia de sua esposa, de 43 anos.

Desde o ano de 2022, a Polícia Civil do Amazonas vinha conduzindo investigações sobre Marcola, em virtude de um mandado de prisão relacionado a homicídio e sua ligação com uma facção criminosa. Na região do Amazonas, ele era reconhecido como o “gerente do tráfico” em um bairro específico.

By souza

Publicitário/ Apresentador de Rádio e TV/ Especialista em Marketing Digital/ Assessoria de Imprensa