FOTO: REDE NORTE DIARIO

Na tarde desta segunda-feira (18/12), equipes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), vinculada à Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), efetuaram a prisão de Israel da Silva Assis, sócio do advogado Erwin Rommel Godinho Rodrigues, de 54 anos, que foi morto em 11 de novembro.

Israel da Silva Assis é apontado como o responsável por contratar o executor do homicídio do advogado. Anteriormente, a Rede Norte Diario havia informado com exclusividade que a motivação do assassinato estava relacionada a uma dívida de R$ 200 mil que Israel tinha com o advogado.

As investigações, conduzidas pelo delegado Ricardo Cunha, indicam que o tabelião estava envolvido na falsificação de documentos referentes a ocupações de propriedades. Em uma transação no valor de R$ 3 milhões, Israel contraiu uma dívida com o advogado, resultando em cobranças frequentes.

Durante a “Operação Legisperitum”, realizada pela manhã, Hewerton Kauan confessou sua participação no crime, alegando ter sido contratado por R$ 5 mil. Além disso, foram detidos Luciano Batista de Souza, conhecido como “Barba”, e Eduardo Gonçalves dos Santos. As prisões foram efetuadas no bairro Monte das Oliveiras, na zona Norte, em cumprimento a mandados relacionados a roubos, furtos, homicídio e tráfico de drogas.

By souza

Publicitário/ Apresentador de Rádio e TV/ Especialista em Marketing Digital/ Assessoria de Imprensa