Motorista é natural do Paraná e disse que não conhecia a capital amazonense.

MANAUS (AM) – O engenheiro Fábio da Silva Moreira, de 39 anos, que atropelou o mototaxista Irivaldo Silva da Conceição, de 36 anos, é natural do Paraná e estava em Manaus a passeio segundo a Polícia Civil. O homem teria vindo outras vezes por causa de familiares, mas alegou que não conhecia muito bem as ruas e que o GPS o direcionou ao viaduto.

O acidente ocorreu por volta das 5h desta segunda-feira (8) e a vítima morreu na hora. A esposa teve ferimentos graves e está no hospital. De acordo com informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), além de ter tentado fugir e pagar R$ 10 mil para o ajudarem a fugir, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro.

O automóvel, um veículo Volkswagen, modelo T-Cross de cor branca, seria alugado de uma locadora e todas as vezes que o homem vinha a Manaus era comum ele alugar um carro. No entanto, à polícia, Fábio disse que não conhecia bem a cidade e por isso estava na contramão.

By souza

Publicitário/ Apresentador de Rádio e TV/ Especialista em Marketing Digital/ Assessoria de Imprensa