Reprodução / TV Brasil

A invasão na conta de Janja aconteceu na última segunda-feira (11)

 

Brasil – A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta quinta-feira (14), mandados de busca e apreensão em dois endereços diferentes, contra suspeitos de invasão hacker a conta da primeira-dama, Janja da Silva, no ‘X’ (antigo Twitter).

Um dos alvos da operação é um adolescente de 17 anos, que mora em Sobradinho, região administrativa do Distrito Federal. A casa do padrasto, em Santa Maria (DF), também foi alvo de buscas.

O adolescente disse à PF que conseguiu as senhas da primeira-dama de forma ilegal e entrou no perfil dela para realizar as postagens. Mas a confissão só vai ser considerada como oficial se ele repetir a fala durante depoimento formal.

Com o acesso à conta, o hacker fez postagens com xingamentos , ofensas a própria Janja, bem como ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Após a invasão, a PF determinou a suspensão da conta.

A PF chegou até ao adolescente após apreender materiais que estavam de posse de um homem de 25 anos, em Belo Horizonte (MG). Foram feitas análises nos computadores e celulares deste homem, que também prestou depoimento e negou a invasão.

Com esses dois alvos identificados, a PF acredita ter finalizado o caso e que não há mais pessoas ligadas a essa invasão.

By souza

Publicitário/ Apresentador de Rádio e TV/ Especialista em Marketing Digital/ Assessoria de Imprensa