A expectativa de geração de negócios futuros, decorrentes dos contatos realizados durante os eventos, é estimada em US$ 473 milhões

Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) coordenou, em 2023, a participação do Brasil em 15 feiras internacionais de alimentos e bebidas. O objetivo do ministério é organizar, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), Embaixadas e Consulados, missões comerciais para promover o desenvolvimento do agronegócio nacional, a partir da identificação das melhores oportunidades de promoção dos produtos brasileiros.

De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Mapa, a promoção comercial de empresas brasileiras alimentícias e do segmento, movimentou US$ 13,8 milhões em negócios realizados durante as feiras. A expectativa de geração de negócios futuros para os próximos 12 meses, decorrentes dos contatos realizados durante os eventos, é estimada em US$ 473 milhões.

Para o coordenador-geral de Promoção Comercial, Dalci de Jesus Bagolin, a presença do Ministério em feiras internacionais pretende, além de alavancar as exportações, também projetar a imagem do Brasil como um importante ator na segurança alimentar e na produção sustentável de alimentos.

“O Mapa tem entre suas atribuições, a de promover a inserção de empresas brasileiras do ramo de alimentos no mercado internacional, fomentar as exportações do agronegócio nacional e seus resultados positivos para a economia do país, como o aumento da geração de emprego e renda, além de reforçar a imagem do país no exterior”, ressaltou.

Neste ano, o Mapa também organizou a montagem de 151 estandes individuais nos Pavilhões do Brasil nos seguintes países: na Alemanha, Índia, Singapura, Marrocos, Canadá, Tailândia, Coréia do Sul, Irã, Istambul, Rússia, Peru e Estados Unidos. Além disso, teve a participação do Ministério com estande institucional na Colômbia e na Índia.

As empresas selecionadas exibiram seus produtos como grãos (soja, arroz, milho), cafés, mel e derivados, carnes (bovina, suína e de frangos), produtos orgânicos, bebidas em geral, extratos vegetais e óleos, produtos lácteos e de panificação, entre outros, incluindo produtos da biodiversidade brasileira, em especial da Amazônia, como açaí e castanhas.

Como resultado desse trabalho, o Pavilhão Brasil foi eleito o melhor pavilhão internacional na Expoalimentaria, realizada em setembro, no Peru. E ainda, conquistou o 2º lugar como melhor pavilhão internacional na Internacional Food & Hospitality Fair 2023 (AAHAR), que ocorreu em março, na Índia.

Cabe ressaltar também a parceira com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) nas feiras Biofach Alemanha, Natural Expo East e Expoalimentaria.

Desta forma, a presença do Mapa em eventos no exterior amplia a visibilidade dos produtos brasileiros, servindo também como uma plataforma para a divulgação da sustentabilidade da agropecuária brasileira. Para os produtores brasileiros, as feiras são oportunidades de promover networking, possibilidades de negócios com o consequente aumento do fluxo de comércio entre os países.

Informações à Imprensa
Patrícia Victor e Rebeca Torres
imprensa@agro.gov.br

By souza

Publicitário/ Apresentador de Rádio e TV/ Especialista em Marketing Digital/ Assessoria de Imprensa