Em Defesa de Cristo: Atores falam como a história real inspirou seus casamentos

Em Defesa de Cristo: Atores falam como a história real inspirou seus casamentos

//
Postado Por
/
Comentário0
/
Categorias

Mike Vogel (Under the dome – série, Em meus sonhos)  e Erika Christensen (Parenthood – série) estarão nas telas dos cinemas brasileiros na pele de Lee e Leslie Strobel. O filme “Em Defesa de Cristo” estreia dia 14 de setembro no Brasil, mas, muito antes disso, quando ainda estavam rodando o longa, os atores se inspiravam na história de amor real do casal Strobel e, isso os encorajou para os seus próprios relacionamentos.

“O amor de Leslie é notável. Ela é uma pessoa muito apaixonada e também não tem medo de expressar o que está sentindo. Esse é o núcleo de quem ela é, e o que me falou sobre ela. Isso é o que eu amo sobre a Leslie como pessoa e ela como personagem para interpretar.”, comentou Erika que teve contato direto com Leslie muitas vezes durante os 26 dias de filmagem na Geórgia, nos Estados Unidos.

Mesmo tendo a vida contada num filme dirigido por Jon Gunn (Você Acredita?), de acordo com Mike Vogel, Lee e Leslie são muito humanos e reais. Mike, que é casado com Courtney desde 2003, acrescenta: “A história aconteceu em 1980, mas, você encontra com eles hoje em dia, e eles ainda são um casal de coração gentil e muito apaixonado. Como marido e como pai de três filhos, foi um um excelente exemplo para eu ver que é possível resistir ao tempo”.

Mas o casamento de Lee e Leslie Strobel nem sempre foi tão amigável. Depois que Leslie se converteu ao cristianismo, Lee, um ex jornalista ateu, se irrita, temendo que sua esposa tenha se juntado aos cristãos. Seu antagonismo em relação ao cristianismo se choca com a fé recém encontrada de Leslie colocando uma grande pressão sobre seu casamento. Leslie então, começa a orar incansavelmente pela conversão do marido. Mike Vogel acredita que o relacionamento deles é evidência de que há esperança para os cristãos casados com um não-cristão. “Me lembro que na adolescencia eu tive um pastor que me dizia – O amor é uma escolha. Haverá muitas vezes que você não sente amor por sua esposa, ou vice-versa, ela pode não sentir amor por você, mas isso não significa que você ainda não está apaixonado. É uma escolha continuar ou não. – Muitos se separariam no lugar deles”.”

Erika, que se casou com Cole Maness em 2015, acrescentou que, mesmo durante os momentos mais tumultuados, o amor de Lee e Leslie um pelo outro era evidente: “O que os impediu de se separarem foi que ambos, mesmo que de maneira diferente, queriam muito que o casamento continuasse.
No meio das lutas mais loucas, ainda sabiam que se amavam “.

E, pelas palavras de Leslie Strobel a seguir, sabemos que Erika e Mike fizeram um bom trabalho de pesquisa. A autora revelou que as cenas que descrevem seu casamento no filme são tão realistas que, de todas as vezes que ela já assistiu ao filme, chorou muito. “Foi realmente difícil demais rever tudo aquilo. Trouxe de volta velhos sentimentos e emoções. Humilhações e honras que vivi e que hoje poderão ajudar outras pessoas que estejam em situação similar.”, disse ela.

Sobre Em Defesa de Cristo

Com estreia marcada para 14 de setembro nos cinemas do Brasil, o filme Em Defesa de Cristo é baseado na história real de Lee Strobel, um premiado jornalista ateu que vê sua esposa se converter à fé cristã e, sem concordar com a atitude, entra numa jornada de investigação à maior história de todos os tempos. Nessa busca, ele encontrará fatos inesperados e transformadores.

oioioi

Responder